Belo Horizonte

O portal de entrada do Geopark

Quem chega a Belo Horizonte (ou Belô, como carinhosamente chamada pelos habitantes) nos dias de hoje, logo pode buscar uma referência geográfica que sempre pode ajudar na localização: a Serra do Curral. Considerada uma moldura da cidade, a Serra já teve a mesma função há três séculos: durante o período de colonização, era a referência de localização para os viajantes.

Porém, é importante saber que a Serra é testemunha histórica da formação do planeta. Foi apenas depois de bilhões de anos de sua formação que chegaram os primeiros homens, como os pré-históricos e índios. Exploradores e desbravadores também chegariam depois, para criar, em 1897, o Curral Del Rey, povoado instalado aos pés da Serra.

Um dos motivos da escolha do local, além do clima, foram os cursos d’água que nascem na Serra e, durante muitos anos, abasteceram a população sendo os principais mananciais de água.

No final do século XIX, o governo de Minas Gerais criou a Comissão Construtora da Nova Capital, para planejar e construir Belo Horizonte. Os estudos para a confecção da nova planta começaram em 1894.

Nas primeiras décadas do século 20, a cidade viu sua população crescer. Não só mais moradores chegavam, como a cidade passou a se expandir, para fora dos limites do planejamento.

Dados de IBGE em 2013, apontam BH com uma população de 2,5 milhões de habitantes, o que a torna a cidade mais populosa de Minas Gerais. Uma reportagem da revista América Economía, em 2009, colocou a cidade como uma das 10 melhores para fazer negócios na América Latina e a segunda do Brasil, atrás apenas de São Paulo.

p12

Capitão João Leite da Silva Ortiz

Um dos primeiros habitantes do povoado Curral Del Rey.

  • Belo Horizonte

    Vista Parcial do Arraial

  • Belo Horizonte

    Casarão na Rua Sabará

  • Belo Horizonte

    A comissão construtora da capital.

    Ao centro o Dr. Aarão Reis

  • Belo Horizonte

    Fachada do Palácio da Liberdade em construção

  • Belo Horizonte

    Imediações da Igreja de Boa Viagem

  • Belo Horizonte

    Projeto da fachada principal do Palácio Presidencial

  • Belo Horizonte

    Vista Parcial do pico e do Cruzeiro no arraial

  • Belo Horizonte

    Vista externa do prédio da Secretaria da Fazenda em construção

  • Belo Horizonte

    Vista frontal da casa da chácara do Dr Aarão Reis

  • Belo Horizonte

    Vista Panorâmica do Arraial Curral Del Rey

  • Belo Horizonte

    Vista Parcial do Arraial

  • Belo Horizonte
  • Belo Horizonte
  • Belo Horizonte

A água da serra que abastecia a comunidade começou a ser explorada em mais fontes e, por volta de 1950, as mineradoras chegaram à cidade para explorar o complexo da Serra do Curral, trabalho que é autorizado no início da década de 1960.

Até 1979 o local foi ponto de extração de minério ferro e, depois de ver o caminho de suas águas mudadas, a Serra viu, também, sua fisionomia se modificar. A crista da Serra foi atingida e teve seu relevo rebaixado. Há, na Serra do Curral, a Mina das Águas Claras, onde se formou um lago com um quilômetro de extensão por 300 metros de largura.

BH hoje é uma cidade multirracial, fruto de intensa migração.
Possui rica história, arquitetura e patrimônios históricos,
além de intensa vida cultural.

Navegue também pelas serras

Promotoria

Apoio Técnico:

GGN

Apoiadores Financeiros:

CNPQ  Finep  Fapemig

Parceiros:

INCT Acqua  Codap  Cedecap

Uma realização:

Instituto Quadrilátero  Geopark Quadrilátero Ferrífero

Produção:

Orange Editorial

Curadoria Digital: Helio Martins

Textos: Thais Pacheco

Imagens: Bruno Senna, Helio Martins - Raw Filmes

Interpretação da paisagem: Doutora Jeanne Cristina Menezes Crespo

Ilustrações: Leandro Moraes - Estúdio Caraminholas

Música: Sergio Pererê

Coordenação Geral: Renato Ciminelli - Presidente do Instituto Quadrilátero / Geopark