Sinalização e Valores / Valores e Funções

Modelo de Governança de Futuros para o Território

A Unesco pede que os Geoparks reconhecidos como Globais desempenhem funções efetivas de governança territorial e influência concreta na dinâmica, estratégias e táticas de desenvolvimento territorial econômico, social, cultural e educacional sustentável.

Adotando a Região Alto Paraopeba como território Piloto de atuação do Geopark Quadrilátero Ferrífero, o protagonismo deste programa na estruturação, criação, funcionamento e no estabelecimento de objetivos, metas e alvos de articulação, consolidou a formulação e  implantação do modelo de Governança de Futuros como um conceito próprio adequado para as especificidades políticas e culturais brasileiras.

A Governança de Futuros, aos articular e liderar inteligência e estratégias coletivas de construção de futuros para o território, não conflita no presente com os gestores e agendas políticos mas já influencia suas decisões e diretrizes.