Alto Paraopeba / Saiba Mais

Cedecap

A Região do Alto Paraopeba conta com vantagens competitivas que a vocaciona e credencia para um novo ciclo de desenvolvimento, com respostas potencialmente rápidas a investimentos de fomento. A Região está organizada em consórcios com funções operacionais e estratégicas: Consórcio Público para Desenvolvimento do Alto Paraopeba-Codap e Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba-Amalpa.

O Consórcio Público para Desenvolvimento do Alto Paraopeba – Codap criou por portaria de 1º de dezembro de 2014 o Conselho Estratégico de Desenvolvimento Econômico do Alto Paraopeba – Cedecap. O Cedecap vem atender à necessidade de orquestração de estratégias coordenadas, visando o desenvolvimento não só econômico, mas também social da região, ancoradas em vocações básicas: a vocação logística, a vocação agroalimentar, a vocação mínero-metalúrgica e a vocação turística. O Cedecap é constituído pela Agência de Desenvolvimento de Conselheiro Lafaiete-Adecol, Agência de Desenvolvimento de Congonhas-Adecon, Agência de Desenvolvimento de Ouro Branco-Adeob, Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba-Amalpa, Consórcio Público para o Desenvolvimento do Alto Paraopeba-Codap, Geopark Quadrilátero Ferrífero, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Congonhas, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Conselheiro Lafaiete, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Ouro Branco. Cada uma das instituições participantes do Cedecap incorpora ao Conselho, à sua operacionalização e ambições, um conjunto de competências, atribuições e redes institucionais, introduzidas ao longo do texto.

Para direcionar a atuação do Cedecap foram elencados eixos estruturantes para desenvolvimento de futuros: adensamento e expansão da cadeia produtiva ancorada no parque industrial e mineral da Região do Alto Paraopeba; criação da plataforma logística - cinturão de fornecedores, expansão da cadeia produtiva agroalimentar com ênfase na demanda industrial regional, fomento da atividade turística.

Todo modelo econômico bem sucedido caracteriza-se pelas diferentes atividades e o Conselho Estratégico de Desenvolvimento Econômico do Alto Paraopeba – Cedecap foi criado para pensar a diversificação econômica regional.

A robustez do parque mineral e siderúrgico da região ancora o potencial de expansão e adensamento das suas cadeias produtivas, a montante e a jusante que poderiam ser fomentadas.  A agregação de valor tecnológico a estas cadeias é um dos principais argumentos para o potencial da Região que se mostra muito atraente diante do número de instituições de C,T&I atuantes, e das perspectivas de instalação de parques tecnológicos e incubadoras, dentre outras iniciativas de suporte à inovação industrial e ao surgimento de novos empreendimentos.

A Região também possui  características essenciais para ser indutora de uma plataforma logística, como a posição estratégica, capacidade de atrair investimentos por seus recursos naturais, mão de obra qualificada, capacidade de escoamento de produção, capacidade urbana e industrial. O parque industrial local já é responsável por um volume de transporte e atividade logística que nucleia a plataforma.

O setor agrícola, como um segmento alternativo para geração sustentável de trabalho  e renda, está sendo estruturado e organizado, com planos já em implantação, para responder às demandas regionais estruturantes  dos restaurantes industriais.

A Região, além da expressiva atividade minerária e siderúrgica, vê o turismo como uma alternativa a ser considerada, pois é uma grande atividade de serviços que contempla transporte, hospedagem, alimentação e diversão, promovendo o encadeamento do setor, que pode ser fonte geradora de riqueza.

A Região conta com uma rede de cooperação efetiva que dá suporte ao desenvolvimento das oportunidades. Foram firmadas parcerias  estratégicas com Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Recursos Minerais Água e Biodiversidade - INCT Acqua, ligado a UFMG e sua rede de Instituições Internacionais, com Geopark Quadrilátero, Sebrae MG, Embrapa Milho e Sorgo, dentre outras.

Desde março de 2015 o Cedecap vem mobilizando a realização de Audiências e reuniões com as Secretarias de Estado do Governo de Minas Gerais, FIEMG, Sebrae, Embrapa, entre outros, para a prospecção e alavancagem de oportunidades de desenvolvimento econômico cooperativo do Território. Participou dos Fóruns Regionais do Governo do Estado de Minas e está inserida no Território 17 – Vertentes.

Por orientação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, de Minas Gerais, na Audiência concedida ao Cedecap, em 7 de maio de 2015, implementou-se a elaboração deste documento, com o objetivo de subsidiar propostas de desenvolvimento conjuntos em prol do fomento de oportunidades regionais e da economia do Alto Paraopeba.

Saiba mais: