Fases do Sistema de Gestão

Fase 1 - Lançamento (2011 - 2012)

O projeto Geopark Quadrilátero Ferrífero, candidato oficial a Geopark Global da UNESCO, é lançado oficialmente em 1o. de setembro de 2011 com a constituição do Comitê Gestor do Projeto. O Comitê Gestor. sem uma estrutura organizacional, jurídica e estatutária que o ancore, funciona de fato como um conselho de apoio à implantação do Geopark rumo ao reconhecimento pela UNESCO. A Organização Não-Governamental Instituto Quadrilátero vem atuando desde 2011 como parceira de gestão e implementação do Geopark Quadrilátero Ferrífero na medida em que a UNESCO recomendou em seu relatório de avaliação e recomendações, para o ancoramento institucional do Geopark, uma organização com representatividade territorial, política e social não atendida pela ONG. O Engenheiro Renato Ciminelli preside o Comitê Gestor neste período a partir do lançamento do Geopark Quadrilátero Ferrífero.

Fase 2 - Implantação das Diretrizes da UNESCO (2012 - 2015)

A participação do Comitê Gestor na gestão do projeto Geopark Quadrilátero Ferrífero se enfraquece e prevalecem as diretrizes recomendadas por este grupo consultivo de desenvolvimento de um conjunto de ações e iniciativas voltadas para a implantação do Geopark Quadrilátero na Região Alto Paraopeba escolhida como foco para o funcionamento pleno das diretrizes da UNESCO e de suas funções como potencial Geopark Global. A presidência do Comitê Gestor se mantém ocupada pelo Engenheiro e Consultor Renato Ciminelli que, porém, tem como atributos mais importantes comandar e liderar as iniciativas e parcerias voltadas para a instalação do Geopark na Região do Alto Paraopeba.

Fase 3 - Unidade Alto Paraopeba em Funcionamento Pleno (desde outubro  2015)

O mês de outubro de 2015 consolida a execução e entrega de todas as iniciativas e projetos dedicados 1) à implementação das diretrizes e recomendações da UNESCO na Região do Alto Paraopeba como prioridade e foco principal, 2) ao desenvolvimento de uma ampla matriz institucional de projetos, acordos e conselhos associados ao Geopark, e 3) à instalação formal do sub-programa Unidade Alto Paraopeba e de seu conselho de gestão por resolução interna do CODAP - Consórcio Público de Desenvolvimento do Alto Paraopeba. A partir de outubro de 2015 o Geopark Quadrilátero Ferrífero passa a ter todas as condições programáticas, organizacionais e estatutárias para funcionar como um Geopark Global com todas as suas funções ativas e geridas adequadamente.  Um Conselho Gestor está em fase de nomeação pelo Presidente do CODAP.

Fase 4 - Descentralização (a partir de março 2016)

A descentralização na implementação do Geopark Quadrilátero Ferrífero consistirá na replicagem para outros territórios, com sistemas próprios de governança, do modelo em funcionamento no Alto Paraopeba. Uma proposta preliminar para o sistema de gestão é de criação de um Conselho de Unidades Territoriais.